quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Pedido de Desculpa (método literário)


Encontrado na net, o formulário de desculpa formal permite imensas possibilidades de intecâmbio na perspectiva das "desculpas", no caso de o texto for construído com diversos desses formulários. Ou qualquer outra possibilidade, num rodeio estilístico de desculpas para cada interelocutor, do chefe da sessão à própria esposa, depois de uma farra. Lembra-nos o fluxograma de Georges Perec, em "A Arte de Pedir um Aumento de Salário ao seu Chefe".

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Haiku para Mário Quintana

Inspirado em uma técnica do OuLiPo, um haiku feito de um poema de Mário Quintana:

"AS CIVILIZAÇÕES DESABAM
POR IMPLOSÃO
DEPOIS,
COMO UM FILME PASSANDO ÀS AVESSAS
ELAS SE ERGUEM EM CÂMERA LENTA DO CHÃO.
NÃO HÁ DE SER NADA...
OS ARQUEÓLOGOS ESPERAM, PACIENTEMENTE,
A SUA OCASIÃO! "


Haiku:

Civilização?
No chão, demorada erguida:
Arqueologia.

Compartilhe